quinta-feira, 28 de julho de 2011

ITINERÁRIO POESIARTE - PARTE 04


PROJETO POESIARTE CAMINHA NA EDUCAÇÃO




*2004 - Realiza o Projeto Poesiarte com 6° ano do Centro Educacional Missão de São Pedro da Aldeia/RJ.


*2004 - Ser torna especialista em Literatura e Língua Portuguesa ao fazer Pós-Graduação na Ferlagos e escreve a monografia "Uma breve antologia poética de seis poetas desconhecidos".




*Professor Rodrigo e o aluno William
na Escola Municipal Edílson Duarte 
em Cabo Frio/RJ.

*2004 - Realiza o Projeto Poesiarte com turmas dos 6° anos e 7° anos do EJA (Educaçãode Jovens e Adultos) na Escola Municipal Professor Edílson Duarte de Cabo Frio/RJ.


NA ONDA DOS RECITAIS


*Convento de Nossa Senhora dos Anjos
em Cabo Frio/RJ.

*20/05/04 - Participa do recital no Convento de Nossa Senhora dos Anjos.
- Na manhã recita os poemas: "Cabo Frio: De Vespúcio à Victorino Carriço", "As duas faces das palavras por dois poetas", "Osama Bin Laden no Brasil" e "Chora Chorinho".
- Poetas presentes: Maurício Cardozo, Célio Mendes Guimarães, Rodrigo Poeta e José Casemiro.
- Na tarde recita os poemas: "Jogos de Azar", "Jardim Esperança", "Lixo: detritos, política, homem e natureza", "Rosa Azul", "Hino da Nação Indígena" e "Vou Pagasáda e não pra Palhaçada".
- Poetas presentes: Maurício Cardozo e Rodrigo Poeta.

*Charitas de Cabo Frio/RJ.

*20/10/04 - Recital no Charitas pelo dia do poeta. Recita os poemas: "Olhos da lamentação" e "Escutando o Silêncio".
- Poetas presentes: Maurício Cardozo e Rodrigo Poeta.


*2005 - Realiza o Projeto Culturartesperança no Colégio Municipal Professora Elza Maria Bernardo Santa Rosa de Cabo Frio/RJ.




*2005- O seu aluno Lucas Carneiro do Cenecista de São Pedro da Aldeia/RJ sua caricatura:


*Desenho feito por Lucas Carneiro.



PROJETO POESIARTE VAI PARA INTERNET


*No dia 19 de junho de 2005 nasce o blog POESIARTE e no dia 06 de agosto de 2005 nasce a COMUNIDADE POESIARTE no Orkut.


*Marcio Trindade Corrêa.


*Outubro de 2005 - É publicada a poesia "A um cidadão chamado Márcio Corrêa" pelo Lagos Jornal de Cabo Frio/RJ em homenagem ao político Márcio Trindade Corrêa, que falecera nesse ano.


*Doutor Leonardo Machado 
foi uma pessoa que acreditou 
no potencial de Rodrigo Poeta.

*01/10/05 - É publicada a poesia "Democracia e outras palavras..." pelo Jornal de Sábado de Cabo Frio/RJ com o intermédio do escritor e médico Doutor Leonardo Machado, que também veio a falecer uma semana depois da publicação do seu artigo no mesmo jornal.

-Segue abaixo o poema "Democracia e outras palavras...":


"Democracia e outras palavras..."

Ruídos, latidos, escuridão,
Assim é a imensidão do meu ser poético
Entre formigas no piso ao ver a imagem da torre de celular
A piscar no meu olhar.
Não há vento, mas sim, uma brisa a cantar
O meu pensamento.

Vozes pueris na rua, numa noite de domingo
Entre brincadeiras mil.
A imensidão me clama aos ecos
Do silêncio refletido na escuridão
Do corredor.

Parabólicas, caixas d´águas, luzes dos postes,
A temeridade à vista ao sombrio
Do tempo marcado pelo relógio da vida.

O frio entorpece a alma
Entre janelas e um céu sem estrelas,
Que marcam esta noite, em que a plenitude morcega
No pulsar do coração.

Escuto uma voz não brasileira
A gritar pela rua a palavra
Democracia com veemência
Em forte luta ou bebedeira de um frustado latino.

O funk de um carro mudou o tom
E o ritmo desta poesia, onde o poeta
Não olha para os fatos, pois só sente, escuta
E imagina através do seu olhar
 
O resplendor do ecoar do mar.



(Poeta cabo-friense Rodrigo Octavio)
Publicado no Jornal de Sábado em 01/10/05.

5 comentários:

  1. Vou deixar-lhe um de meus escritos.
    Paz, poesia e muito amor pela vida,
    Ci.

    Otimismo.

    Podemos planejar,
    não decidir
    como será cada amanhecer.
    A vida é mesmo cheia de surpresas.
    Ninguém precisa pagar pra ver.
    Podemos viver todos os dias,
    intensamente.
    Separar tudo o que é bom
    do que é ruím,
    pra não errarmos muito.
    Não podemos viver
    só do que se gosta.
    Nessa soma
    de belezas e incertezas,
    a evidência: Escolhermos,
    entre navegarmos contra
    ou a favor do vento.
    A vida não está contra ninguém.
    Podemos adormecer sob estrelas
    mesmo em noites negras.
    Vai fazer toda diferença.
    Sonhos e conquistas
    até descobrirmos
    como desfrutar corretamente
    do fato de simplesmente,
    respirarmos.
    Amar, mesmo com lágrimas no olhar.
    Recuar às inclinações de lamentos,
    pra não perdermos o sono.
    Não podemos ficar parados
    na estrada da vida.
    Vamos nessa?
    Não estamos no mundo de férias.
    Mas... as "férias" podem acabar.
    Eu já vou indo.
    Mas eu volto.
    Vou absorver outros momentos
    com o coração preparado.
    As experiências avançam.
    Circunstantes,
    inevitáveis,
    longas.
    O melhor negócio
    é segurar nas mãos delas.
    Pilotamos nossas vidas
    mas não damos as ordens.
    Não ditamos as regras.
    Entretanto, podemos ter a nave
    sob controle.
    Pronto.
    Dei meu recado.
    Vai, pega.

    Cecília Fidelli.

    ResponderExcluir
  2. Convido a visitar meus blogs tbm.
    Beijo
    Ci.

    - www.ceciliafidelli.blogspot.com
    - cimaneski-poeta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Querido Rodrigo!
    Adorei seu blog!!!
    Que maravilha!!! Que cultura!!
    Parabéns!! Está tudo muito lindo!
    BJs

    ResponderExcluir
  4. rodrigo,
    bacana o novo visu do seu blog. parabéns pelo projeto poesiarte.

    braços.

    ResponderExcluir